Por que ler Histórias em quadrinhos?

Atualizado: há 6 dias

Ainda existem muitas pessoas que olham para as Histórias em quadrinhos com menosprezo, como algo voltado para o público infantojuvenil, entretenimento barato e recheado de clichês.



Contudo, àqueles que se dispõem a se desfazer das vestes de preconceitos, fica a reflexão: toda forma de arte não possui seus produtos puramente comerciais e superficiais?


Na própria indústria de livros temos histórias que são entretenimentos efêmeros, assim como no cinema e na música.


A arte em quadrinhos possui sua própria estrutura de gêneros e subgêneros que é rica e complexa como em todas as outras artes.


Vamos falar dos Quadrinhos como arte


Na Hotmind encaramos os quadrinhos como expressão de arte, por isso queremos falar aqui da importância de desconstruir os preconceitos erguidos principalmente pela nossa exposição a uma cultura de quadrinhos que não é nossa, a indústria de heróis norte-americanos.


Seria muito simples somente comparar as Histórias em quadrinhos ao mundo literário tradicional, mas isso não traria à tona a verdadeira reflexão: a de que a arte de narrar histórias com estruturas gráficas é uma expressão poderosa e única.


Apesar de possuírem recursos semelhantes na construção de personagens e monólogos reflexivos, ainda caracterizam formas diferentes de abordar a observação da realidade e transportar a imaginação para o papel.


Assim como a semelhança dos HQ 's com o cinema deve ser observados, como a elipse e a justaposição de imagens, que ajudam o autor de quadrinhos a representar visualmente em sua narrativa informações que precisam ser descritas, tornando a trama dinâmica.


Porém, a personalização e caracterização nos quadrinhos é muito mais acentuada e artística do que no cinema e isso também precisa ser respeitado. Um autor de quadrinhos consegue passar para o desenho toda a sua manifestação artística pessoal.


Isso mostra como o poder do desenho é enorme, já que pode expressar qualquer ideia que venha na mente de um artista. Assim como nos quadrinhos e na literatura, é possível mergulhar de maneira intensa na psique de um personagem complexo, algo que por limitação de tempo e orçamento nem sempre é possível no cinema.



Incorporando outras formas de expressão a HQ


Com a evolução tecnológica outras formas de expressão começaram a ser incorporadas nas Histórias em quadrinhos, a partir de 1990 é possível observar nos quadrinhos elementos do Design Gráfico, da arquitetura e até da matemática compondo a arte de diversas obras.


A cena independente dos quadrinhos é uma profusão de artes e conceitos artísticos que mostram a riqueza do pensamento humano, da arte e da cultura.


Sendo assim, podemos afirmar que a história em quadrinhos é sim uma forma independente de manifestação artística que possui apelo para todos os públicos e é tão rica em recursos quanto qualquer outra forma de arte.


Assim como as demais artes, é uma forma autêntica de narrar histórias, que possui dentro de si diversas vertentes de expressão que buscam externar as ideias de seus autores e se comunicar de maneira eficiente com o leitor fazendo ele pensar profundamente ou simplesmente dando um escape a mente cansada da rotina.


Leia quadrinhos, assim como outras artes ela o fará rir, chorar e refletir. Transportando você para realidades que vão enriquecer a sua própria. A Hotmind Comics quer te ajudar nessa jornada, conheça nossa linha editorial com autores nacionais e histórias incríveis.


3 visualizações0 comentário